Mostrando postagens com marcador radiação solar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador radiação solar. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 14 de julho de 2017

A incidência do câncer da pele tem aumentado em todo o Mundo



A probabilidade de se desenvolver melanoma aumenta com a idade, embora a doença afete pessoas de todos as classes etárias. Aprenda a preveni-lo. Este é uma variante grave do câncer da pele que atinge os melanócitos (células que dão cor à epiderme). Se não for detectado a tempo, pode ser mortal. Nos casos mais graves, produz metástases noutros órgãos, espalhando-se através do sangue ou do sistema linfático.
www.emagrecerumdesafio.com
Crédito Miguel A. Lopes/Lusa

Não existe um câncer de pele, existem vários tipos, conheçam as várias fases que um câncer pode ter, para fazerem o autoexame.

Entre os tumores mais frequentes, e com uma forte relação com a exposição solar ao longo dos anos, encontram-se o carcinoma basocelular e o carcinoma espino-celular. O melanoma maligno, a forma mais perigosa de câncer cutâneo, é menos frequente. Este tipo de câncer está mais associado à exposição intensa por curtos períodos».

Sobretudo em pessoas de pele clara, sardentas e com dificuldade em bronzear. É importante prevenir as queimaduras solares e vigiar regularmente os sinais atípicos e, caso se note alguma alteração, deve consultar-se um dermatologista. Ninguém deve estar exposto diretamente ao sol no período entre as 11h30 e as 17h30.

Causas

A sua origem pode ser genética (ligado à história familiar) mas, em muitos casos, é ambiental. É provocado por uma exposição excessiva à radiação solar e pode ser retroativo (uma queimadura solar sofrida na infância pode provocar um melanoma em idade adulta).

Sintomas

Pode aparecer num sinal antigo ou num novo, com alterações no tamanho, forma ou cor, com exsudação ou sangue, ardor, dor ao toque e volume.

As várias formas de combater o melanoma, estas são as mais comuns:

- Tratamento cirúrgico

Remoção cirúrgica do tumor primário, acompanhada de quimioterapia ou radioterapia.

- Terapia biológica

Também conhecida como imunoterapia, é uma técnica muito recente e tem como objetivo fazer com que o próprio organismo combata o câncer. Utilizam-se materiais como o interferão para impulsionar ou direcionar as defesas do corpo contra o tumor. Esta terapia melhora as hipóteses de cura em cerca de 10%.

Prevenção

O melanoma pode ser prevenido desde a infância através de uma proteção solar adequada. As pessoas de pele muito branca, as que trabalham ao ar livre e os esportistas devem ter cuidados redobrados.

Fonte: Revista Prevenir

Até a próxima


terça-feira, 28 de março de 2017

Ozônio - um gás perigoso


O ozônio é importante nas camadas altas da atmosfera para a contenção da radiação, mas é nocivo para a saúde quando respiramos.

O mundo está cada vez mais poluído, não obstante continuarmos a usar como principal fonte de energia os combustíveis fósseis.
www.emagrecerumdesafio.com
Foto:dentalofficeproducts
Estes libertam substâncias poluentes, como os óxidos de carbono e de azoto, e compostos orgânicos voláteis, os quais, quando a radiação solar atua sobre eles, libertam um gás nocivo, sem cheiro ou cor: o ozônio.

Este é um problema que adquire maior dimensão nas grandes cidades e regiões industrializadas, sobretudo nos dias mais quentes e secos, com maiores níveis de radiação solar.

Efeitos sobre a saúde

Todas as pessoas reagem a elevadas concentrações de ozônio. Mas há grupos de risco: crianças, idosos e doentes com problemas cardiorrespiratórios (asmáticos, pessoas com DPOC - doença pulmonar obstrutiva crônica - e todos os insuficientes respiratórios).

Dor de cabeça, cansaço, irritação ocular (conjuntivite), nasal (rinite), faríngea (faringite), infecções respiratórias, episódios de asma, agudização de DPOC e descompensação cardiorrespiratória contam-se entre os problemas provocados por este gás. A exposição está associada à deterioração da função respiratória, e os seus picos de concentração a excesso de episódios de urgência hospitalar e de mortalidade - mortes prematuras devido ao ozônio.

Medidas de proteção

➞ Mantenha-se informado acerca dos níveis de ozônio na sua região.

➞ Se for possível, saia da região poluída nos períodos mais críticos.

➞ Se puder usar máscara de proteção respiratória, não hesite.

➞ Evite sair de casa nos períodos de maior intensidade de trânsito.

➞ Mantenha as janelas da casa fechadas nas horas mais intensas.

➞ Ventile a casa nos períodos de menor circulação de viaturas.

➞ Não pratique exercício físico no exterior quando o tráfego for mais intenso.

➞ Ingira mais líquidos do que costuma fazer.

➞ Se for doente respiratório, respeite os tratamentos médicos.

➞ Recorra aos cuidados de saúde caso haja agravamento de queixas respiratórias.

➞ Evite outros fatores de risco, como fumar ou manipular produtos tóxicos (gasolina, tintas, vernizes, etc.).

Fonte: Fundação Portuguesa do Pulmão/Revista Sauda


Até a próxima


segunda-feira, 11 de abril de 2016

Como amenizar e evitar rugas no pescoço


A grande maioria das mulheres dá atenção a sua pele, passando cremes diariamente para evitar rugas, mas nem todas se dão por conta de que os mesmos cuidados são necessários com a região do pescoço e colo. Como amenizar e evitar rugas no pescoço, portanto, é fácil quando essa parte do corpo não é deixada de lado, inclusive, a partir dos 30 anos, quando os primeiros sinais aparecem.

www.emagrecerumdesafio.com

A vantagem de como evitar as rugas é que você pode usar no pescoço os mesmos produtos que utiliza no rosto, como o protetor solar e o hidratante. Vale uma dica preciosa, quando passar o produto no pescoço, faça movimentos de baixo para cima, o que vai ajudar a manter o tônus da pele, sem que ela sofra os males da gravidade.

No pescoço e no colo surgem muitas rugas com o passar dos anos porque nessa região a pele é muito fina, além disso, esses locais possuem uma quantidade menor de glândulas sebáceas, resultando em maior ressecamento e flacidez. Outro fator é a falta de pelos no pescoço, que ajudam a proteger a região.

Dicas para amenizar rugas

A prevenção é sempre o melhor (e mais barato) remédio, por isso, confira as dicas de como amenizar e evitar rugas no pescoço:

1. Entre as mais importantes dicas para amenizar rugas está a proteção do sol, uma vez que a radiação solar causa os mesmos danos que provoca no rosto. Os raios ultravioletas favorecem, ainda, o aparecimento de manchas na pele, além de acelerar a perda de colágeno e, por consequência, a flacidez da região.

2. Outra forma de como evitar as rugas é tratar das machas que aparecem, pois as avermelhadas, chamadas de poiquilodermia, são um problema sério, resultado da exposição solar, assim como as denominadas melanose solares – manchas escuras, de coloração marrom e, geralmente, pequenas, que aparecem devido à idade.


3. Para deixar a pele com aparência mais jovem outro truque é manter a firmeza da região, sendo que o seu surgimento pode variar conforme a pessoa, pois depende de predisposição genética. De qualquer forma, os cremes que abasteçam o pescoço de colágeno são ideais, substância a qual é perdida com a exposição acentuada ao sol. Melhor ainda quando os hidratantes possuam as vitaminas A, D e E, bem como substâncias nutritivas de ação antioxidante.

4. Quem não preveniu a tempo as rugas do pescoço pode investir nos tratamentos estéticos, que são muitos, como os tratamentos a laser, peeling e botox.


Fonte: Textual Conteúdo


Até a próxima