Mostrando postagens com marcador halitose. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador halitose. Mostrar todas as postagens

sábado, 2 de dezembro de 2017

10 alimentos que causam mau hálito



É bem sabido que uma fraca higiene bucal e a consequente proliferação bacteriana estão entre as causas da halitose. No entanto, mesmo indivíduos sem patologias particulares e atentos à sua boca podem sofrer. Estima-se que este distúrbio afeta mais de 20% da população. A principal causa? Alimentos ingeridos: aqui estão os principais.

Jejum
Parece estranho, mas mesmo a ausência de comida pode causar um mau cheiro na respiração. Um exemplo? Pela manhã.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Alho
Também será um antibiótico natural, mas seus efluentes são muitas vezes "mortais". A solução? Uso moderado e de preferência frito.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Cebola e alho-poró
Dois outros elementos que dão à respiração um cheiro intenso. Aqui também, o conselho é um uso moderado,  após o cozimento.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Caril
O pó amarelo ocre é realmente um ingrediente muito "perigoso" para a respiração. Na verdade, é criado a partir da mistura de especiarias, incluindo pimenta caiena, coentro, dentes de  alho, cardamomo, feno-grego, canela, pimentos, cebola e gengibre: o que esperávamos?
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Molhos
Dá aos pratos um sabor incrível, devido à presença de alho, cebola e especiarias. Mas convém prestar melhor atenção aos ingredientes.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Café
O café retarda a produção de saliva. Um remédio natural para a eliminação de bactérias na boca, o conselho é, como no sul da Itália, beber um copo de água após o café.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Queijo
O problema é muito mais comum em indivíduos intolerantes à lactose.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Carne
Uma alimentação rica em lipídios (alimentos gordurosos) resulta em altos níveis de acidez que produzem um cheiro desagradável no hálito. É melhor tomar muitos líquidos durante e após o consumo.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Vinho
Inibe a formação de saliva na boca, desidratando a cavidade oral e consequentemente causando halitose. 
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Açúcar
Treats, bolos e doces  promovem a proliferação bacteriana. Escove os dentes após o consumo.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Pimentões, repolho, brócolis
Alguns vegetais com sabor intenso podem gerar halitose.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay
Remédios para a halitose
A higiene bucal diária é fundamental. Coma legumes frescos e fibrosos, como cenouras e erva-doce. Beba muitos líquidos. Para as "emergências", o método antigo de goma de mascar continua a ser válido e acima de tudo uma pequena garrafa de água próxima à mão.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Fonte: MSN/Saúde

Até a próxima


terça-feira, 10 de março de 2015

Alguns truques para disfarçar o mau hálito


www.emagrecerumdesafio.com

Temperos como cebola e alho fazem toda a diferença na hora de preparar algumas refeições. O problema é que depois de consumí-los o hálito fica bastante comprometido e esse cheiro é difícil de disfarçar e desaparecer. O cheiro forte desses dois alimentos parece impregnar porque suas substâncias odoríferas (de cheiro desagradável) são absorvidas pelo intestino, metabolizadas no fígado, liberadas na corrente sanguínea e excretadas pelos pulmões.

Truques não curam, mas ajudam a disfarçar o mau hálito


Sucos que previnem o mau hálito. De limão ou de hortelã? 
Mas, para tentar disfarçar o mau hálito, existem alguns truques que funcionam e que são relativamente simples. Mariana Pereira Alves, coordenadora do Centro de Excelência no Tratamento da Halitose (CETH), no Espírito Santo, listou alguns deles.

Beba líquidos como chá verde, suco de tomate e limonada

Bebidas como chá verde, limonada e suco de tomate ajudam a eliminar o mau hálito. O chá verde, por exemplo, tem função antibactericida, antioxidante e removedora de odor. Já o suco de limão é adstringente e bactericida. Ele tem o poder de eliminar as bactérias da boca e do sistema digestivo. O suco de tomate tem fibras, vitaminas, minerais e água que ajudam na hidratação, na produção de saliva e na limpeza da boca. 

Coma maçã, salsa e espinafre

Cientistas norte-americanos descobriram que alguns alimentos, como maçã, salsa e espinafre ajudam a eliminar o mau hálito. Para o estudo, publicado no Jornal Food Science, voluntários comeram alho cru e, em seguida, mediram o nível de mau cheiro da respiração. Logo após, comeram vários alimentos sugeridos para banir o mau hálito. De todos eles, maçã crua foi a mais eficaz e funcionou como desodorizante para as enzimas que causam o odor. Todos os alimentos que se mostraram eficazes são ricos em polifenois, compostos que quebram o sabor forte do alho.

Suco de hortelã ou um suco que tenha esse ingrediente na composição 

A hortelã estimula o funcionamento do sistema digestivo e ainda deixa um frescor na boca. Abacaxi com hortelã é uma boa combinação, pois o abacaxi, por ser uma fruta cítrica, também é adstringente e bactericida.

Limpador lingual e fio dental 

Depois de escovar os dentes, utilize o fio dental e o limpador de língua para remover com eficiência todos os restos de alimentos da boca. Quanto mais limpa estiver a boca, mais livre de bactérias causadoras de mau hálito ela estará.

Tenha sempre um kit dental na bolsa

Uma boa opção é logo depois de comer uma refeição rica em alho e cebola, pedir licença e ir ao banheiro escovar os dentes. A escovação vai eliminar os restos de comida entre os dentes que favorecem a proliferação das bactérias que causam o mau hálito, além de deixar um gosto e cheiro refrescante na boca. 

Fonte: Terra.com.br 


Até a próxima



sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

8 dúvidas de saúde que nunca ousou perguntar



Existem questões que, por medo ou vergonha, muitas pessoas evitam fazê-las. Especialistas respondem a interrogações que também podem ser as suas.


www.emagrecerumdesafio.com
Medo do diagnóstico de uma doença, vergonha de debater certos temas e mitos infundados relacionados com a saúde constituem alguns dos motivos que impedem muitos doentes de tentar esclarecer as suas dúvidas numa consulta médica. Em várias especialidades, independentemente do sexo do paciente, a realidade repete-se. Para acabar com as dúvidas de uma vez por todas, aqui dois especialistas respondem a perguntas por vezes difíceis de colocar. 



Porque é que acordo de manhã com mau hálito?


"As causas do mau hálito são muito variadas. Poderá estar a sofrer de problemas na cavidade bucal, zona dos seios perinasais, da árvore respiratória ou do pré-digestivo. Durante a noite, muitas vezes, a forma de respirar provoca secura nas mucosas nasais e bucais. Também a toma de medicamentos ou o refluxo gastroesofágico podem contribuir para esta patologia", explica Pedro Lobo do Vale, médico de medicina geral, que acrescente que "uma boa higiene bucal antes de deitar ou soro fisiológico nas narinas poderá ajudar".


Evito tomar medicamentos por causa dos efeitos secundários. Posso sentir todas as reações que aparecem na bula?


"Não. O nome medicamento implica por parte das autoridades de saúde e médicas que a noção da sua prescrição é mais benéfica para a saúde de quem o toma do que para aqueles que não o fazem. Algumas pessoas têm reações alérgicas e/ou efeitos secundários, mas é um grupo menor. O médico deve questionar o paciente sobre eventuais reações alérgicas antes de prescrever um medicamento. É imprescindível a leitura prévia da bula", explica Pedro Lobo do Vale, especialista em medicina geral.


Depois do nascimento do meu filho, perdi o desejo sexual. Será normal?


"A maternidade está no centro do universo feminino e o nascimento de um filho é algo de fantástico, mas que devemos contextualizar na família, na relação com o companheiro. Os cuidados com o bebé devem ser partilhados, as tarefas familiares devem ser reorganizadas porque os filhos requerem atenção, mas a relação conjugal não pode ser desvalorizada. Há que ser racional e reservar espaço e tempo para a vida a dois", aconselha Daniel Pereira da Silva, ginecologista.


O meu marido recusa-se a fazer o exame da próstata. Como posso convencê-lo?


"Informando-o de que os exames para uma avaliação periódica da próstata são simples e fáceis de fazer. Deles fazem parte uma análise ao sangue que é o PSA (antigênio específico da próstata) e a observação da próstata via toque retal. O maior receio do homem está no toque retal. Deve esclarecer-se que este exame realizado por um médico experiente é simples, indolor e de muito rápida execução", afirma Tomé Lopes, urologista.


Tenho uma sensação de cansaço estranha pois acordo recorrentemente cansada e sem razão. Estarei doente?


"Se a sensação apareceu de repente e sem causa aparente, deverá consultar o seu médico para observação e fazer um check-up. Se a situação se deve a um sono pouco reparador e insuficiente, excesso de trabalho ou de atividade física e mental, estado emocional mais frágil, deverá colmatar essas circunstâncias para reverter a situação", esclarece o médico de medicina geral Pedro Lobo do Vale.


O meu parceiro tem dificuldades em ter relações sexuais. Como devo reagir?


"Pode estar na presença de uma disfunção erétil", alerta o urologista Tomé Lopes. "Deve conversar abertamente sobre o assunto e fazer com que o parceiro procure rapidamente aconselhamento especializado. Este é habitualmente feito por um urologista e implica a realização de exames específicos. Atualmente existem tratamentos simples e altamente eficazes para este problema", explica ainda o especialista.


Costumo ter hemorroidas e sentir mal-estar quando vou à casa de banho. O que devo fazer?


"As hemorroidas são varizes na zona anal. Alguns alimentos devem ser evitados, como pimenta ou azeitonas. O trânsito intestinal deverá ser o mais normal possível, contribuindo para isso o consumo de fibras. A diarreia ou a prisão de ventre podem contribuir para o agravamento desta patologia. É importante ter um diagnóstico correto pois, muitas vezes, sangue nas fezes poderá ser um sinal de outros problemas mais graves, como o cancro retal", frisa Pedro Lobo do Vale.


Após os primeiros dias, esqueço-me de tomar os medicamentos. É grave?


"Pode eventualmente ser grave se o medicamento tiver um período de efeito específico, pois a falta da toma pode provocar a ausência completa da substância no organismo. Por exemplo, se não tomar a pílula um dia há a possibilidade de uma gravidez indesejada, mas existem casos, como nos comprimidos da osteoporose, em que a falha de um dia na toma não constituirá problema", refere Pedro Lobo do Vale.


Referências: lifestyle.sapo.pt - Cláudia Pinto com Pedro Lobo do Vale (médico de medicina geral familiar) e Tomé Lopes (urologista)


                        Até a próxima

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Os oito desconfortos orais mais comuns


www.emagrecerumdesafio.com


Hábitos como escovar os dentes trés vezes ao dia, usar fio dental, ir ao dentista uma vez a cada seis meses, ter alimentação saudável, não fumar é o ideal para manter os dentes sadios. Sabia que há aplicativos para celulares que tratam da escovação dos dentes?

Cárie 

Uma rachadura aparece nos dentes causadas por ácidos alimentares em decomposição. Ele afeta mais de 90% da população mundial. Muitas vezes, ele é gravado na parte externa, mas se não for tratada precocemente, pode afetar o nervo, causando dor intensa e perda do dente. Má higiene oral e ingestão de alimentos doces favorecem seu aparecimento.

Gengivite  

É gerada por escovação inadequada, falta de uso do fio dental e tabagismo. Envolve a inflamação da gengiva causada por uma infecção (bactérias) ou acúmulo de placa bacteriana e tártaro. Se não tratada precocemente, pode afetar o osso e se tornar uma periodontite. Seus sintomas são: sangramento, inchaço, vermelhidão, sensibilidade à respiração fria.

Halitose

A má higiene bucal, medicamentos, cárie dentária e tabagismo são as causas do mau hálito em adultos. É importante consultar o seu dentista para fazer um diagnóstico profissional e prescrever o tratamento adequado.

Abscesso (inflamação)  

As feridas na boca avisam sobre a existência de uma doença ou infecção. Dentaduras, aparelhos, inserções ou dentes de forma irregular também pode causar irritação na boca e fístulas.

Periodontite 

A infecção progressiva das gengivas e perda óssea ao redor do dente, causando descolamento de dentes. A maioria dos casos resultam da acumulação prolongada de placa bacteriana e tártaro nos dentes. Seus principais sintomas incluem vermelhidão intensa das gengivas, dor e inflamação ao comer ou sangramento leve durante a escovação.

A boca seca 

A saliva é essencial para a proteção da boca contém substâncias que aliviam doenças, bem como neutraliza os ácidos produzidos por bactérias. Secura da boca geralmente origina um efeito secundário de medicação.

Manchas nos dentes 

Ao longo dos anos, a cor original dos dentes vai mudando, perdendo brilho e apresentando um tom mais amarelado. Há agentes externos, tais como alimentos ou tabaco, que também pode causar estas manchas assim como um défice de higiene oral. Este sintoma não afeta diretamente a saúde, mas podemo apresentar outros problemas estéticos.

Câncer oral 

Quando não há limpeza adequada é mantida, a boca pode abrigar muitos germes e bactérias que causam este tipo de doença. Manifesta-se a partir de qualquer feridas, inflamação ou ulceração a longo prazo. Alguns fatores de risco que desencadeiam a doença incluem o fumo, o álcool, dieta deficiente em vitaminas A, E, C ou ferro, uma infecção viral ou exposição excessiva ao sol.

Fonte terra.com

                            Até a próxima