Mostrando postagens com marcador fibra. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador fibra. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Erros que nos fazem comer mais gordura do que o necessário



Uma semana de exageros não tem repercussões preocupantes na vida saudável de uma pessoa ativa. Mas sim, segundo o El País, a balança é capaz de acusar um pouco mais de peso. E a culpa é da Lei da Conservação da Massa: “A energia não se cria, nem se destrói, mas transforma-se. E, neste caso, fá-lo sob a forma de gordura”, esclarece Ángel Gil, professor catedrático de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade de Granada e presidente da Fundação Iberoamericana de Nutrição.
 title=
© Slicing

Não medir a gordura

A maioria estima as quantidades de gordura que usam em vez de medi-los e isso pode resultar em um aumento de calorias que você não pode imaginar. Uma colher de sopa de azeite de oliva, por exemplo, tem 120 calorias. Se não medir pode colocar duas, dobro de calorias, portanto.

Calcular as porções

Se você está tentando perder peso, sabe que comer as porções corretas é uma das partes mais importantes. Bem, estudos têm mostrado que somos muito ruins em calcular porções. Então temos que usar copos de medição ou escalas, para comer dentro de limites saudáveis.

Não cozinhar bem os legumes

Os vegetais são uma parte essencial de uma dieta equilibrada e é bom tentar aumentar o seu consumo. No entanto, é importante que você prepare o caminho certo para maximizar seus lucros.
A maioria são melhores crus, mas se você decidir que os fará cozidos, os faça bem cozidos.

Não seja um escravo da receita

As receitas são uma grande ajuda para preparar comida, mas é claro que você pode (e deve) ajustá-los às suas necessidades.
Se a receita pede manteiga, substitua-a por um bom azeite. 

"Bicar" enquanto cozinha

No máximo, ele soa para nós como normal, mas essas porções que comemos enquanto cozinhamos pode fazer uma diferença enorme.
Saborear a comida que você está fazendo é normal, mas se a fome está fazendo você comer mais, melhor encher um copo com água e tomar sempre que sentir que quer "bicar".

Usando muito queijo

O queijo é delicioso, sem dúvida, mas as pessoas tendem a abusar dele quando preparam a comida. Isto significa que você come uma grande quantidade de gordura e calorias e quase não percebe. Não vale a ilusão de que "você está comendo proteína", porque queijos mesmo frescos, contêm mais gordura do que proteína.
Deixe o queijo como um prato ou condimento, mas não o torne o centro de seu alimento se quiser manter um peso saudável.

No usar fibra suficiente

Se quiser algo simples, mas poderoso para perder peso, simplesmente coma mais fibras. De acordo com vários estudos, a partir do aumento da ingestão de fibra começa a perder peso, estará assim controlando sua dieta em todos os aspectos. Além disso, utilizando os ingredientes ricos em fibras ajuda a evitar problemas de colesterol e a aumento da pressão sanguínea.
Para melhorar imediatamente a sua saúde comece a consumir mais alimentos como lentilhas, feijão, grão de bico e outras muito ricos em fibras e nutrientes.

Enganado pelas gorduras boas

Ultimamente temos aprendido muito sobre gorduras saudáveis. É verdade que o abacate ou azeite nos fornecem nutrientes valiosos. Mas eles, por serem tão nutritivos não significa que você pode comê-los sem medida e não engordar. Estas gorduras engordam e causam danos à saúde (manteiga, banha e outras gorduras animais), lembre-se que gorduras devem ser consumidas com moderação.

Atenção às sobras

Quando você terminar de comer, livre-se das sobras o mais rápido possível. Caso contrário provavelmente acabará comendo um pouco mais do que se pretendia.

Fonte: MSN
Até a próxima

domingo, 26 de março de 2017

Papaia, fruta tropical




Existem inúmeras variedades desta fruta originária da América Central.De cor atraente e textura suave, a papaia é ideal para começar o dia ou terminar uma refeição. Conheça a papaia por dentro e por fora.

www.emagrecerumdesafio.com


Características e benefícios

Fonte de fibra e vitamina A e excelente fonte de vitamina C, o consumo de papaia contribui, entre outras funções, para a manutenção de uma pele, visão e mucosas normais, para o normal funcionamento do sistema imunitário, para a redução do cansaço e a absorção de ferro.

A papaia é perfeita para terminar qualquer refeição, já que contém uma enzima chamada papaína, que ajuda na digestão das proteínas presentes na carne e no peixe.

Como escolher e guardar

Se não quiser consumir de imediato, pode escolher frutos com casca verde amarelada, que pode deixar amadurecer em casa, fora da geladeira. Se for preciso acelerar o processo de amadurecimento, experimente guardá-la num saco de papel com duas ou três bananas.

Se quiser saborear rapidamente a sua papaia, escolha os frutos com casca amarela. Se o fruto estiver firme mas ceder ao toque e exalar um aroma agradável, é porque está no ponto ideal para comer. Os frutos que já estão maduros podem ser guardados na geladeira para parar a maturação.

Como congelar

Pode congelar papaia para usar mais tarde. Devido ao elevado teor de água, a textura da fruta irá modificar-se ao descongelar pelo que não ficará como se fosse fresca, mas dá perfeitamente para usar em smothies, doces e polpas. Primeiro corte a papaia em cubos e congele-os individualmente em cima de uma folha de papel vegetal para não colarem uns aos outros. Depois de congelados assim pode transferi-los para sacos de congelação.

Como usar na cozinha

A forma mais simples de comer a papaia é ao natural ou temperada com suco de lima ou limão. Sucos, smothies, vitaminas, mousses e saladas de fruta (para a salada de fruta experimente usar as metades de papaia como recipiente) são outras opções infalíveis, assim como a combinação de papaia com queijo fresco, perfeita para começar o dia.

Batida no liquidificador com morangos e iogurte dá origem a uma sopa fria muito original.

Um prato tradicional tailandês que usa a papaia é a salada de papaia verde com tomate, pimenta, limão, alho e molho de peixe. A papaia verde é menos doce e tem um sabor parecido com o da courgette que combina especialmente bem com pratos de caril.

Na gelatina não, para marinar sim

Devido ao efeito da enzima papaína sobre as proteínas, não é boa ideia juntar pedaços de papaia à gelatina, já que aquela enzima impedirá que a gelatina solidifique. Mas pode usar este efeito a seu favor na marinada de carnes e peixes (junte-lhe sumo de papaia, azeite, sal, pimenta e ervas aromáticas) já que o suco da fruta tornará a carne e o peixe mais macios.

As sementes

Apesar do sabor picante, as sementes da papaia são comestíveis. Pode moer as sementes da papaia e usá-las em substituição da pimenta ou da mostarda.


Fonte: Pingo Doce

Até a próxima


segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Castanha, oleaginosa com muitos benefícios


Tal como a amêndoa, a noz ou a avelã, a castanha é um oleaginoso que se destaca por ser amiláceo, ou seja, muito rica em glícidos e fonte de energia e fibras alimentares. Protegida por um ouriço (um fruto capsular), a castanha é na verdade a semente do castanheiro.
www.emagrecerumdesafio.com


A Castanea Sativa, ou castanheiro, foi introduzido na Europa há três mil anos.

Características e benefícios

O valor nutricional da castanha é reconhecido desde sempre – rica em fibra, vitaminas do complexo B e antioxidantes. O seu elevado teor de amido distingue-a dos outros frutos e aproxima-a dos cereais e da batata. De consumo versátil, come-se sozinha ou como parte integrante de pratos, sobremesas, licores e aperitivos.

Sabor com história

A castanha é um dos alimentos mais antigos de Portugal. Muito antes de haver batatas ou pão, as castanhas faziam parte da alimentação diária dos portugueses. À época dos Descobrimentos, as castanhas eram secas e desidratadas para depois serem consumidas nas caravelas.

Curiosidade

5 castanhas equivalem a:

1 pão de mistura (50g)

1 fatia fina de broa (70g)

4 colheres de sopa de arroz ou massa cozidos

4-5 colheres de sopa de flocos de aveia

Pode ser utilizada em sopas, recheios de pratos de carne ou sobremesas. Combinam na perfeição com ervas aromáticas e especiarias como o alecrim, rosmaninho, louro, tomilho, cravinho, erva-doce, canela e pimenta.

Como guardar

As castanhas devem ser guardadas num local fresco e seco e fora de sacos de plástico, pois fechadas ganham bolor com facilidade.


Fonte e crédito da imagem: Pingo Doce


Até a próxima


quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Ameixa, a fruta que fortalece as suas defesas



A sumarenta polpa da ameixa é, essencialmente, composta por água e hidratos de carbono. Contém praticamente todas as vitaminas do grupo B, o que permite fortalecer os nervos, o metabolismo e reforça a agilidade mental.

www.emagrecerumdesafio.com
Fonte da imagem: Pixabay

É igualmente rica em ácidos gordos polinsaturados, que evitam a desidratação das membranas celulares e bloqueiam a entrada de bactérias. 

As ameixas possuem vitamina A e vitamina E. Ambas são antioxidantes e, por isso, protegem o organismo dos radicais livres, evitando o envelhecimento precoce e reforçando as defesas naturais contra vírus, bactérias, fungos e doenças. A vitamina A é benéfica para a visão, ajuda a manter o bom estado da pele, do cabelo, das mucosas e dos ossos, bem como o correto funcionamento do sistema imunológico pois reforça as defesas naturais.

A vitamina E é essencial para manter a estabilidade das células sanguíneas, bem como estimular a fertilidade. Também tem antocianinas, pigmentos com uma função antioxidante e anti-séptica que combatem as infeções e bloqueiam os efeitos nocivos dos radicais livres.

Rica em fibra

➻ O suave efeito laxante das ameixas é conhecido desde a antiguidade. A que se deve?

➻ As fibras presentes nas ameixas formam uma goma que reduz a velocidade de absorção dos carboidratos, tornando-se num alimento saciante, indicado para ajudar a manter o peso.

➻ A polpa e a casca são ricas em fibras insolúveis que favorecem o trânsito intestinal e ajudam a manter baixos os níveis de colesterol e a reduzir o risco de câncer. Evite comê-las se tem problemas intestinais.

➻ Devido, precisamente, às suas propriedades laxantes, poderão causar-lhe diarreia e agravar esses mesmos problemas.

E se forem passas?

As passas de ameixa são, geralmente, muito energéticas mas conservam intactos os restantes nutrientes, incluindo os minerais, a provitamina A e a vitamina B3, sendo, assim, uma  excelente fonte de fibra.

4 cores para 4 tipos de ameixas

➻ As amarelas são as ameixas que têm mais suco mas o seu sabor é mais ácido.

➻ As pretas têm a casca enegrecida, quase preta, e são as mais apropriadas para cozinhar.

➻ As vermelhas são muito sumarentas e doces, ricas em provitamina A.

➻ As verdes dão pelo nome de Rainha Cláudia e são caracterizadas pelo seu sabor doce.


Fonte: Sapo LifeStyle

Até a próxima