Mostrando postagens com marcador crianças. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador crianças. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Evite intoxicações acidentais



Intoxicações de forma acidental, podem ocorrer quer seja por descuido de adultos ou simplesmente porque as crianças gostam de brincar com coisas diferentes. 
www.emagrecerumdesafio.com
Imagem: emcursos
A ingestão de produtos químicos pode colocar crianças ou adultos em risco de vida.

Por tudo isto convém levar em conta que:


> Os medicamentos e outros produtos químicos devem ser guardados num local seguro e de difícil acesso às crianças;

> Deve-se explicar às crianças o risco de se mexer em produtos perigosos e medicamentos;

> Não deve tomar nem dar medicamentos sem orientação e não exceder as doses prescritas;

> Não utilizar embalagens vazias para guardar outros produtos;

> Não aplicar raticidas ou naftalina em locais acessíveis às crianças;

> Ler as instruções de aplicação com cuidado e aplicar os produtos dentro das regras de segurança;

> Fechar as embalagens e guardar os produtos imediatamente após o uso;

> Não colocar produtos de uso doméstico junto de comidas e bebidas;

> Não dar embalagens vazias às crianças para brincar;

> Fechar as torneiras do gás após a sua utilização e tenha as instalações em bom estado;

> Não ter instalações de gás nos banheiros;

> Guardar em segurança as bebidas alcoólicas;

> Não esquecer que os perfumes, águas de colônia e loções para a barba podem ser soluções alcoólicas, pelo que devem ser devidamente guardados;

> Não ter plantas tóxicas dentro de casa ou no jardim, tendo crianças pequenas; 

Fonte: Destak

Até a próxima


domingo, 7 de junho de 2015

Um inverno cheio de vitaminas


A alimentação desempenha um papel crucial na infância, especialmente nos primeiros anos vida, quando ocorre um maior desenvolvimento a nível físico e intectual.

www.emagrecerumdesafio.com
As crianças precisam das mesmas vitaminas e minerais que os adultos, mas há alguns micronutrientes que assumem especial importância para o seu crescimento saudável.

As vitaminas A e D são indispensáveis para um normal desenvolvimento ósseo e da visão, asseguram a integridade da pele e das mucosas, estimulam o desenvolvimento intectual e do sistema imunitário.
Minerais como o iodo são fundamentais para o crescimento e para a função cerebral. Já uma leve carência de zinco, pode ser responsável pela diminuição do apetite e diminuição do crescimento.

O ferro é fundamental nos períodos rápidos de crescimento, especialmente nos primeiros 5 anos de vida. A sua carência, mesmo na ausência de anemia, está significamente associada a atraso de desenvolvimento cognitivo e menor rendimento escolar. Para o bom desempenho do organismo, é necessário um consumo equilibrado de vitaminas e minerais. É nos meses de inverno, quando o sistema imunitário está mais fraco, que são mais frequentes as gripes e os resfriados.

E também é em idade escolar que começa a surgir a paixão pelos esportes. Futebol, surf, ginástica, tênis, tantas são as opções que as crianças têm para realizar exercício físico, uma prática que vai ajudar ao seu crescimento saudável, bem como à sua integração e interação em comunidade. À exigência da prática desportiva continuada juntam-se as exigências letivas do dia-a-dia das crianças (aulas, dever de casa, testes), razões pelas quais torna-se importante o reforço de suas defesas, para que tenham mais vitalidade e energia e consigam lidar com os esforços físicos e intelectuais de uma forma saudável. 

Referências: Publireportagem


Até a próxima