Mostrando postagens com marcador café. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador café. Mostrar todas as postagens

sábado, 2 de dezembro de 2017

10 alimentos que causam mau hálito



É bem sabido que uma fraca higiene bucal e a consequente proliferação bacteriana estão entre as causas da halitose. No entanto, mesmo indivíduos sem patologias particulares e atentos à sua boca podem sofrer. Estima-se que este distúrbio afeta mais de 20% da população. A principal causa? Alimentos ingeridos: aqui estão os principais.

Jejum
Parece estranho, mas mesmo a ausência de comida pode causar um mau cheiro na respiração. Um exemplo? Pela manhã.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Alho
Também será um antibiótico natural, mas seus efluentes são muitas vezes "mortais". A solução? Uso moderado e de preferência frito.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Cebola e alho-poró
Dois outros elementos que dão à respiração um cheiro intenso. Aqui também, o conselho é um uso moderado,  após o cozimento.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Caril
O pó amarelo ocre é realmente um ingrediente muito "perigoso" para a respiração. Na verdade, é criado a partir da mistura de especiarias, incluindo pimenta caiena, coentro, dentes de  alho, cardamomo, feno-grego, canela, pimentos, cebola e gengibre: o que esperávamos?
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Molhos
Dá aos pratos um sabor incrível, devido à presença de alho, cebola e especiarias. Mas convém prestar melhor atenção aos ingredientes.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Café
O café retarda a produção de saliva. Um remédio natural para a eliminação de bactérias na boca, o conselho é, como no sul da Itália, beber um copo de água após o café.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Queijo
O problema é muito mais comum em indivíduos intolerantes à lactose.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Carne
Uma alimentação rica em lipídios (alimentos gordurosos) resulta em altos níveis de acidez que produzem um cheiro desagradável no hálito. É melhor tomar muitos líquidos durante e após o consumo.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Vinho
Inibe a formação de saliva na boca, desidratando a cavidade oral e consequentemente causando halitose. 
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Açúcar
Treats, bolos e doces  promovem a proliferação bacteriana. Escove os dentes após o consumo.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Pimentões, repolho, brócolis
Alguns vegetais com sabor intenso podem gerar halitose.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay
Remédios para a halitose
A higiene bucal diária é fundamental. Coma legumes frescos e fibrosos, como cenouras e erva-doce. Beba muitos líquidos. Para as "emergências", o método antigo de goma de mascar continua a ser válido e acima de tudo uma pequena garrafa de água próxima à mão.
www.emagrecerumdesafio.com
© Pixabay

Fonte: MSN/Saúde

Até a próxima


quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Coquetéis de frutas sem álcool


O consumo de coquetéis não alcoólicos é crescente em eventos corporativos, religiosos, festas de todos os tipos e inspira até mesmo a criação de empresas especializadas nesses serviços. Por serem leves e refrescantes e acima de tudo, não levarem bebidas alcoólicas na preparação, este tipo de bebida é muito fácil de preparar.
www.emagrecerumdesafio.com
Imagem: Pixabay

Para preparar um bom coquetel não alcoólico, é preciso ter cuidado ao escolher o sabor e as frutas. Prefira sabores atuais, com frutas da estação para garantir uma bebida saborosa e com teor apurado cada vez mais próximo do natural.


Aqui, uma receita de coquetel de frutas para que você confira se gosta e preparar a bebida no seu ponto, confira:


Coquetel Cítrico


Ingredientes:


1 xícara (chá) de suco de laranja
Suco de 1 limão
1 xícara (chá) de água
1 fatia de abacaxi
1 beterraba
1 colher (sopa) de açúcar
Cerejas a gosto


Modo de Preparo


Em um recipiente, descasque todos os ingredientes menos a cereja, dando prioridade para retirar uma casca fina, sem muita polpa. Corte-os em pedaços bem pequenos e leve ao liquidificador. Bata em velocidade média até obter um suco grosso e homogêneo, onde todas as frutas se misturem. Aos poucos adicione o açúcar para dosar o sabor da bebida.

Passe em o suco em uma peneira para retirar eventuais resíduos de polpa e na sequência, separe o coquetel em taças. Utilize as cerejas para decorar. Leve as taças para a geladeira e só retire no momento em que for servir.


*Dica: Antes de preparar o coquetel, deixe as taças no freezer para garantir uma bebida gelada e refrescante.


Fonte: PontoXP
Até a próxima

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Alguns hábitos alimentares que prejudicam o estômago



Alguns distúrbios do estômago poderiam ser evitados simplesmente mudando hábitos ruins. Evitar o exagero no consumo de alguns alimentos é uma forma de manter o estômago saudável.
www.emagrecerumdesafio.com
Imagem: jornalhojelivre

Café em excesso

A cafeína acidifica o PH do sangue. Além disso, como é um excitante, que aumenta o nível de estresse, que é prejudicial para o estômago. Portanto, evite cafeína e refrigerantes. Chás, por sua vez contém a metade da cafeína encontrada no café.

Limite também: álcool, tóxicos para a mucosa e perturbador de habilidades motoras, bem como refrigerantes que alteram a flora e aumentam o risco de excesso de peso. Ou com excesso de peso, em si mesmo, aumenta o risco de refluxo gastroesofágico.

Tabaco promove o câncer gástrico

Além de sua toxicidade, o tabaco, baixando a pressão do esfíncter esofágico, promove refluxo. De acordo com a Liga contra o Câncer, tabagismo com a dieta muito salgada é um dos principais fatores de desencadeamento do câncer de estômago. Também promove o risco de desenvolvimento de uma úlcera gástrica.

Comer muito rápido aumenta a acidez

Quanto mais você mastiga, mais reduz a comida e torna mais fácil digestão, e também mais saliva é produzida. Sendo essa rica em bicarbonatos, que reduz a acidez. Então nós devemos descansar o garfo no prato entre uma garfada e outra.

O que queima a boca é ruim para o estômago

É simples, se queima a boca, muitas vezes é ruim para o estômago. Diminua o consumo de pimenta e pimentão. No entanto, você pode usar e abusar das especiarias ricas em antioxidantes e anti-inflamatórios, tais como açafrão, canela, cravo ou gengibre, por exemplo.

Referências: medisite

Até a próxima


sexta-feira, 13 de março de 2015

Como uma xícara de café por dia afeta nosso corpo



www.emagrecerumdesafio.com
Já nem é possível saber quantos estudos sôbre o café existem ou quantos estão em andamento. Os riscos e benefícios associados vão aparecendo, sendo todos muito controversos, no que depende das opiniões dos investigadores.

Tudo é creditado à cafeína dos grãos de café, segundo a Visão, sejam eles positivos ou negativos. Entretanto, existem outras substâncias como antioxidantes que dão
Segundo a Visão, todos os efeitos, sejam eles positivos ou negativos, devem-se à cafeína dos grãos de café. No entanto, há outras substâncias como antioxidantes que dão o sabor amargo à bebida, um cheiro caraterísticos e algumas propriedades saudáveis.

Entenda como uma xícara diária de café afeta o seu corpo


Coração

Uma xícara de café pode aumentar a frequência cardíaca em 100 batimentos por minuto e esta sensação pode prolongar-se durante uma hora. O café pode ainda provocar a contração das artérias, o que aumenta a pressão arterial.

Numa pessoa saudável, isto não causará efeitos nocivos e pode mesmo impulsionar a energia, podendo até prevenir ataques cardíacos.

Nas pessoas com insuficiência cardíaca, o café pode colocar o sob maior pressão, fazendo com que este não faça o bombeamento de sangue de forma eficaz.

Segundo o especialista Nigel Denby, o café pode ainda ajudá-lo de forma mais direta, "para além de ser praticamente livre de calorias, o café pode ser um inibidor do apetite".

Cintura

Dependendo da escolha de café que possa fazer, este poderá ajudar a perder peso. Em vez de café com leite que representa cerca de 170 calorias, opte pelo café simples e evite 160 calorias numa só bebida.

O café verde pode ajudar na perda de peso, reduzindo a quantidade de açúcar que o intestino absorve e acelerando a taxa na qual o corpo queima gordura.

Intestinos

O primeiro café do dia pode causar a necessidade de ir ao banheiro, já que a cafeína estimula e aumenta as contrações no intestino. Isto significa que os nutrientes têm menos tempo para serem absorvidos à medida que passam pelo sistema digestivo, o que pode prejudicar caso não se siga uma alimentação saudável e equilibrada.

Não se deve ingerir café com elementos ricos em ferro, como as carnes vermelhas, sendo que a cafeína interfere com a absorção de ferro. Ao contrário do que pensa o senso comum, o café não alivia a prisão de ventre. Embora possa causar espasmos e sentimentos de urgência temporária, não vai curar todos os problemas inerentes aos intestinos. Não é aconselhável beber café sem comida, já que este estimula a produção de suco gástrico no estômago mesmo que não haja ingredientes ingeridos.

Ossos

O excesso de café pode aumentar o risco de ossos quebradiços ou osteoporose, aumentando a perda óssea.

Hálito

Muitos associam o mau hálito ao café, este é um fato que ocorre em quem bebe muito café e tem tendência a ter a boca seca. Assim as células do interior da boca, que vivem apenas três dias, não são expulsas quando morrem.

Para tratar este problema devemos comer várias vezes ao dia em várias porções, de modo a estimular a produção de saliva. Beber água é também uma boa solução.

Cérebro

O consumo moderado de café pode reduzir o risco da doença de Alzheimer até 20%, de acordo com um estudo feito no Reino Unido.

A cafeína e os antioxidantes presentes no café podem reduzir a inflamação do cérebro e retardar a deterioração das células cerebrais, associadas à memória.

Rins

O café é um diurético - estimula os rins, fazendo com que precise de ir mais vezes ao banheiro. Isto acontece porque a cafeína interfere com a forma com que o fluido é reabsorvido pelo sangue, diz o professor Chris Eden, urologista consultor no Royal Hospital de Surrey, em Guildford.

Pele

O café pode ter um efeito desidratante no corpo, mas beber regularmente não seca a pele.

Positivamente, o café pode estar ligado a um menor risco de câncer de pele, graças aos seus antioxidantes, que limpam os radicais livres e as moléculas danosas ligadas ao câncer e a outras doenças.

Diabetes do tipo 2

Muitos estudos indicam que beber café está relacionado com um risco menor de diabetes do tipo 2. Uma investigação nos EUA concluiu que quem bebia 3-5 xícaras de café por dia tinha menos risco de desenvolver a doença.

Músculos

Beber café é positivo para os músculos, pois impulsiona-os e fornece-lhes energia. A cafeína incita à queima de gordura por parte dos músculos, para a obtenção de energia, quando esgota a energia fornecida pelos carboidratos.

A cafeína ajuda a abrir vias respiratórias e é semelhante à teofilina, usada no tratamento de asma.

Fonte: MSN Saúde


                                            Até a próxima