quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Aloe vera: seus recursos medicinais



As primeiras civilizações já reverenciavam esta planta extraordinária pelas suas propriedades surpreendentes. Seus usos lendários foram passadas através do tempo, reforçada pela inovação científica e séculos de experiência. A aloe vera é uma planta nativa do continente africano e apresenta folhas de intensa cor verde. Normalmente, trata-se de uma planta utilizada como fonte de recursos medicinais, além de complemento alimentar em algumas culturas. Os ingredientes de aloe vera podem ser agrupadas nas seguintes categorias: vitaminas, minerais, açúcares, enzimas, Ligninas, Aminoácidos, Antraquinonas, saponinas, ácidos graxos, ácido salicílico.

Mais de 200 trabalhos de pesquisa científica em todo o mundo têm sido publicados sobre os efeitos. Os três principais tipos de investigação incluem anti-inflamatória, anti-bacteriana, e anti-virais da planta. O suco é indicado para acalmar irritações do trato digestivo, como colite, úlceras e síndrome do intestino irritável. É a capacidade de estimular a liberação de pepsina (uma enzima do suco gástrico necessário para a digestão), quando o estômago está cheio é uma possível razão para seus efeitos de cicatrização da úlcera (Journal of the American Society Osteopática de 1963, vol.62).

Em um estudo, o uso oral durante seis meses ajudou a atenuar os sintomas da asma em quase metade dos participantes. Onze dos vinte e sete pacientes estudados que bebiam aloe vera relataram sentir melhor no final do estudo. Os investigadores pensam que os resultados podem ser devidos à estimulação do sistema imunológico, bem como de ocorrência natural agentes anti-inflamatórios na planta.

Ação antisséptica 

Essa é uma das principais propriedades da aloe vera, que apresenta ao menos seis agentes antissépticos: lupeol, ácido salicílico, azoto da ureia, ácido cinâmico, fenol e enxofre. Eles conseguem penetrar facilmente tanto na pele quanto nos tecidos.

Ação imunológica 

Numerosos estudos indicam em todo o mundo que é um tônico para o sistema imunológico, ajudando-a a combater doenças de todos os tipos. Vários estudos estão em andamento para explorar o potencial dos componentes para aumentar a imunidade e combater o vírus HIV, e para o tratamento de certos tipos de câncer (particularmente leucemia). Pode até ter um papel a desempenhar na gestão de diabetes.

Cicatrização

O gel da aloe vera permite um maior entrelaçamento das fibras de colágeno na zona lesionada e movimento natural pela regeneração celular, promovida pelas glicoproteínas, a reepitelização e a angiogênese favorecida pela alantoína, assim como o efeito anti-inflamatório e antimicrobiano dos polissacarídeos e dos compostos fenólicos. O gel dessa planta ainda ajuda a curar feridas, como aftas, ou mesmo lesões inflamatórias na mucosa intestinal.

Na pele e couro cabeludo 

Como uma das mais antigas plantas reconhecidas com benefícios para a pele, aloe vera tem sido muito elogiada por suas habilidades de calmante natural, refrigeração e hidratantes. Quando aplicado a sua pele, pode acalmar queimaduras leves, proporcionar conforto e hidratar a pele estressada, e até mesmo ajudar na capacidade da sua pele para se regenerar. Além disso, a aloe vera conta com até mesmo estimulantes para o couro cabeludo. Aloe Vera aumenta a absorção de água pelas células da pele, sendo bastante eficaz durante o período de ressecamento da pele ou após a depilação.

Ação contra a acne

Por apresentar uma ação desinfetante, a Aloe Vera também dissolve os depósitos de gordura que provocam a acne ao obstruir os poros. Além disso, a Aloe Vera ainda aumenta a capacidade de regeneração natural da pele, por sua ação de limpeza e ação hidratante. Ao mesmo tempo, a ação dos nutrientes naturais, dos minerais, das vitaminas, dos aminoácidos e das enzimas estimula a produção de novas células.

Você pode aproveitar os benefícios do aloe vera de diversas formas 

Em gel, existe uma ampla variedade de produtos da dermocosmética à base de aloe vera. Para queimaduras, feridas, picadas de insetos ou infecções de fungos, a recomendação é usar aloe vera fresca, aplicada diretamente sobre a área afetada.

Através do suco da planta pode-se garantir uma boa digestão.

Advertência: 

↦ Se estiver usando corticóides orais é importante não fazer uso excessivo ou fazer mau uso do suco de aloe vera. A deficiência de potássio pode ser desenvolvida podendo ocorrer efeitos tóxicos da medicação.

↦ O suco de aloe vera pode, às vezes, conter pequenas quantidades do composto laxante encontrado no látex da babosa. Em caso de cólicas ou diarreia, deve suspender a ingestão do suco. 

 Alergias à aloe vera são raras, entretanto, qualquer alimento pode ser um potencial alergênico. Faça um teste com uma pequena quantidade na parte interna do braço. Geralmente ela é bem tolerada.


Sabendo como utilizar aloe vera e conhecendo seus benefícios, você terá melhores condições de aproveitar essa planta.

Referências: Textual Conteúdo/Wikipédia


Até a próxima




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja à vontade para comentar.