terça-feira, 27 de junho de 2017

Roupas e acessórios que são ruins para a saúde



Você sabe os problemas que se encontram em nossos armários?

Vestir corretamente é o primeiro passo para ter uma vida saudável e não adquirir alguns problemas e doenças. Vamos descobrir quais são as roupas e acessórios que devemos prestar especial atenção.

Sutiãs que comprimem demasiado

Cuidados devem ser tomados na escolha de roupas íntimas, devemos evitar sutiãs que comprimem e aperte muito, porque eles realmente machucam!
 title=
© graphicstock.com

Bolsas muito pesadas

Bolsas muito grandes e sobretudo muito cheio e, portanto, muito pesados são prejudiciais para a parte de trás das costas e pode criar problemas de postura a longo prazo.
 title=
© graphicstock.com

Gravata

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Cornell, em Nova York, 67% dos homens compram camisas pequenas demais no pescoço. Um colarinho muito justo e gravatas que apertam podem reduzir a circulação e prejudicar o envio de sangue ao cérebro, aumentando a pressão intraocular, causando dores de cabeça, limitando o pescoço e aumentando a tensão muscular nas costas e ombros.
 title=
© Pixabay

Sapatos com saltos muito altos

Os saltos altos causam perturbação à postura, bem como problemas vasculares, comprometendo a saúde das suas costas, pés e pernas.
 title=
© Pixabay

Sapatos demasiado baixos ou com solas gastas

Por outro lado, também sapatos muito planos ou com solas gastas também não vão nada bem, eles são capazes propiciar a insuficiência circulatória.
 title=
© graphicstock.com

As calças skinny

São muito elegantes, eles não são totalmente proibidas, mas você precisa escolher um modelo que não seja muito apertada para evitar problemas circulatórios.
 title=
© graphicstock.com

Chinelos

Os flip-flops, chinelos por excelência do verão, não fornecem o utente com alguma proteção. O fato de deixar o pé muito exposto também pode significar mais facilidade em apanhar infecções. Andar a pé por longos períodos podem resultar em dor nos tornozelos, pernas e pés.
 title=
© Pixabay

Cintos

Os cintos não são líder em problemas, mas para evitar usar com cautela: pode causar dor, se for muito apertado.
 title=
© Pixabay

As roupas de poliéster

A escolha de tecidos de sua roupa é importante, sintéticos como o poliéster, se usado durante a prática desportiva ou em momentos de transpiração excessiva, segura tanta umidade e não deixe sua pele respirar.
 title=
© graphicstock.com

Fonte: MSN

Até a próxima

sábado, 24 de junho de 2017

A batata-doce… razões para incluí-la na nossa alimentação



Originária dos Andes, a batata-doce possui diversas variedades. Algumas têm a polpa branca, outras mais alaranjada ou arroxeada.
www.emagrecerumdesafio.com
Foto: Pingo doce
► Possui vitamina C, B6, beta-caroteno e manganês, com diversas propriedades anti-inflamatórias e ajuda também a evitar artrites.

► Devido ao seu alto teor de fibra solúvel, auxilia na redução tanto do açúcar no sangue como no do colesterol.

► É rica em antioxidantes, assim enriquece o sistema imunológico.

► Emagrece e aumenta a massa muscular, graças à sua capacidade de diminuir o apetite e liberar a glicose no sangue de forma mais lenta.

Como cozinhá-la

É muito apreciada pelos esportistas e não só. É que, além de deliciosa e energética, tem inúmeros benefícios para a saúde. Conheça-a melhor.

A batata-doce pode ser frita, cozida, assada e até mesmo ser feita no microondas, sendo a mesma indispensável para a preparação de alguns doces. No entanto, se procura uma refeição saudável, é recomendável não fritar a batata (só irá aumentar a gordura da mesma).

Escolher e guardar

Ao comprar escolha os exemplares que estejam firmes. Pode armazená-las por algumas semanas, desde que esteja em local fresco e seco.

Evite a geladeira, pois o frio tornará a sua polpa mais dura, e mantenha-as longe das cebolas, já que se estiverem juntas ambas se deterioram mais rapidamente.

Preparar

A batata-doce pode ser difícil de descascar devido ao formato irregular. O mais fácil é cozinhá-las com a casca, depois de bem lavadas, claro, e descascá-las depois. Cozinhá-las desta forma também ajuda a preservar os nutrientes.

Batata-doce caseira?

Pode cultivar batata-doce em casa. Basta escolher uma batata com brotos a nascer, mergulhar metade em água e deixar à luz, trocando a água de vez em quando. Quando se começarem a formar rebentos, retire-os e coloque-os em água, mais uma vez, até crescerem, passando-os depois para a terra. Ficam especialmente bem num vaso suspenso.

Receitas deliciosas com batata-doce

Mais doce do que a sua “prima” convencional, a batata-doce acrescenta um toque especial a sopas ou guisados, purés e outros pratos em que tradicionalmente usaria a batata branca.

A forma mais simples de a apreciar é mesmo simplesmente cozida, mas há quem não a dispense assada no forno. Fáceis de fazer é chips de batata-doce no microondas ou no forno.

O segredo é fatiar a batata em rodelas muito fininhas, dispô-las numa folha de papel toalha e levar ao microondas na potência máxima (3 minutos, de um lado e 2 minutos do outro, aproximadamente), temperando depois com sal e pimenta a gosto. Ou então, fazê-las no forno (15 minutos de cada lado), temperando com azeite e ervas aromáticas.

Dica microondas: Se optar por cozinhá-la inteira no microondas, faça-lhe previamente alguns furos com um garfo para liberar o vapor que se forma durante a confecção e evitar que a casca rebente.

Fontes: SapoLifestylle, Pingo Doce
Até a próxima